Doenças Cibernéticas: os danos causados pelo uso da internet
Publicado em 19/12/2014 às 08:04
Por: Isisnaldo Lopes
Com informações do J. O. Imparcial

A internet revolucionou a forma como nos comunicamos e como percebemos o universo ao redor, ampliando o uso e disseminação da informação em todas as áreas. Hoje em dia temos acesso a notícias praticamente em tempo real, o mesmo acontece com conversas on-line,seja através somente de textos e imagens como também com o auxílio da webcam. Na internet temos acesso a praticamente tudo: informação imediata, cultura, entretenimento diversificado, conteúdos destinados ao público adulto, enfim, inúmeros segmentos.  Ao mesmo tempo em que a Internet evoluiu para ser onipresente da vida moderna, um aumento significativo de uma série de transtornos mentais relativos ao uso dos artifícios digitais também pode ser constatado.


Segundo o Ibope Media, o Brasil possui 105 milhões de internautas, sendo o 5º país mais conectado no mundo. Até 2015, o Brasil deve ser o 4º país com mais usuários da Internet, ultrapassando o Japão. De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas que buscavam obter mais informações sobre o vício digital, foi apontado que 51% das pessoas entrevistadas olham seus smathphones durante as refeições, 42% interrompem conversas quando o celular toca e pelo menos 68% dos consultados alegaram que já ouviram reclamações por causa do uso excessivo de aparelhos contados à Internet no ambiente de trabalho.

Até recentemente, esses problemas, amenos ou destrutivos, não tinham sido reconhecidos oficialmente pela comunidade médica, mas após uma série de estudos foram descobertas algumas desordens que são novas versões de aflições antigas, renovadas pela era da banda larga móvel, e outras enfermidades completamente novas. Separamos uma lista com 5 doenças cibernética e não se assuste caso você se encaixe com uma ou mais. Em todo caso, se notar que os níveis são alarmantes, a dica é procurar um especialista.
 
#1 Nomophobia - Uma doença relativa a sensação de ansiedade de ficar desconectado da rede. A palavra nomophobia é uma abreviatura de “no-mobile phobia”, ou seja, uma síndrome desenvolvida pelo medo de ficar sem uma conexão móvel. Para algumas pessoas, quando o celular fica sem bateria e não há nenhuma tomada por perto, uma desconfortável sensação de privação e distanciamento do mundo surge.

#2 Síndrome do toque fantasma - Trata-se daquela sensação de que o seu celular está vibrando no seu bolso, fazendo com que você o pegue de cinco em cinco minutos para conferir. Segundo especialista no assunto, pelo menos 70% das pessoas que assumem usar muito o celular sofrem este tipo de “delírio”.

#3 Náusea Digital (Cybersickness) - Trata-se da vertigem que algumas pessoas sentem quando interagem com alguns ambientes digitais. Em tempos de Gifs, sites em flash e um sem número de experiências em 3D, tornam-se cada vez mais comuns os relatos de pessoas que sentem tonturas e outras sensações desagradáveis ao interagirem com este universo fora do comum. Essas tonturas e náuseas resultantes de um ambiente virtual foram apelidadas de Cybersickness. O termo surgiu na década de 1990 para descrever a sensação de desorientação vivida por usuários iniciais de sistemas de realidade virtual.

#4 O Efeito Google - É quando, por conta da facilidade em encontrar todo tipo de informação na internet, nosso cérebro passa a reter uma quantidade menor de informações. O cérebro passa agir como se não mais necessitasse memorizar certas informações, já que as conseguiria com facilidade na rede.

#5 Cibercondria, ou hipocondria digital - Uma tendência que o usuário compulsivo desenvolve por acreditar que tem todas as doenças sobre as quais leu na internet. Grande parte deste problema está justamente na quantidade infindável de informações relacionadas a doenças -nem sempre confiáveis- disponíveis na rede. Pessoas recorrem aos “médicos virtuais” para identificar a causa de pequenos problemas, como dores de cabeça por exemplo. A partir daí, com um pouco de informação e muita imaginação, o usuário passa a pensar que tem algo grave.
Veja mais sobre: Novidades,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.