Hacker que desviou R$ 13 milhões de banco em Imperatriz é preso no Tocantins
Publicado em 14/09/2021 às 05:50
Por: Isisnaldo Lopes

A Polícia Civil Maranhão prendeu, na última sexta-feira (10), na cidade tocantina de Araguaína, mais um integrante de uma quadrilha de hackers que atuava em Imperatriz, bem como em outras cidades do Maranhão e do Brasil.

A prisão faz parte do desdobramento da segunda fase da “Operação Ostentação” ocorrida em Imperatriz, no mês de dezembro de 2020, onde os envolvidos desviaram cerca de 13 milhões de Reais do banco virtual Nubank.

Segundo a polícia, os hackers enviavam um e-mail ou SMS falso para coletar dados das vítimas. Com as informações, eles invadiam as contas de clientes e conseguiam transferir altos valores, fazendo a instituição financeira arcar com o prejuízo.

Desde a deflagração da operação, já foram cumpridos mandados de prisão nos Estados do Maranhão, Goiás e Tocantins. Como resultado positivo, a “Operação Ostentação” já recebeu mais de 100 mandados de busca e apreensão cumpridos e várias prisões realizadas.

 

 

 

www.centraldenoticias.radio.br

Veja mais sobre: Polícia, Maranhão,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.