IFMA divulga nota oficial sobre prisão de professor
Publicado em 13/05/2014 às 18:56
Por: Isisnaldo Lopes

NOTA OFICIAL

 A respeito dos fatos noticiados na mídia sobre a operação deflagrada pela Polícia Federal, com o objetivo de investigar LEOJAIR NEVES SILVA, servidor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Açailândia, informamos que:

 a) estamos colaborando com a polícia nas investigações e aguardamos a apuração dos fatos.

 b) iremos instaurar processo administrativo e adotar todas as demais providências necessárias no âmbito da instituição.

  

Respeitosamente,

Reinouds Lima Silva

Diretor Geral - IFMA Campus Açailândia



PRISÃO

A Polícia Federal de Imperatriz deflagrou na manhã desta segunda-feira (12), a operação Dupla Identidade, para cumprimento de dois Mandados de Busca e Apreensão, na residência do investigado Jair Barbosa e no setor pessoal do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), além de um Mandado de Prisão preventiva em desfavor de Jair Barbosa.

A prisão aconteceu por volta das 10h, quando ele trafegava pela BR-010, ao ser abordado no posto da PRF, na Lagoa Verde. O veículo GM/Celta, de placas NWX0202, foi registrado com o nome falso de Leojair Neves Silva.

As investigações tiveram início após o recebimento de uma denúncia anônima pela Delegacia de Polícia Federal. De acordo com a PF, Jair Barbosa passou a utilizar documentos de identidade falsos em nome de Leojair Neves Silva, desde o ano de 2000, aproximadamente, após ter subtraído da guarda da mãe (uma brasileira com a qual conviveu nos Estados Unidos da Amércia), ainda no ano de 1998, uma filha de ambos, com apenas 3 anos de idade, na época.

Depois de criar a identidade falsa em nome de Leojair, ele foi aprovado em concurso público para professor do IFMA, campus de Açailândia, onde leciona regularmente desde novembro de 2011. Conforme investigações preliminares, o investigado, utilizando o nome de Leojair, também seria direitor do curso de Adminsitração da UFMA.

Nos locais onde foram realizadas as buscas foram arrecadados diversos documentos, inclusive de identidade, tanto em nome de Jair Barbosa quanto em nome de Leojair neves Silva.

O preso encontra-se recolhido na Delegacia de Polícia Federal, à disposição da Justiça Federal, visto que os crimes foram praticados em prejuízo de serviços de Autarquia Federal vinculadas ao Ministério da educação, no caso o IFMA, Ele vai responder pelos crimes de estelionato, falsificação de documento público e uso de documento falso, previstos nos artigos 171, 298 e 304 do Código Penal.

"Nós já entramos em contato com a Interpol, em Brasília, que é a representação da Polícia Federal, para que seja feito o contato com a polícia de New Jersey, nos EUA, para ver se tem algum Mandado de Prisão contra a pessoa de Jair Barbosa. Hoje a menina, Izabella Barbosa, tem 19 anos de idade, nós vamos entrar em contato com ela para saber o que realmente aconteceu", disse o delegado Paulo de Tarso da Cruz Viana Júnior.

Veja mais sobre: Açailândia,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.