Empresário acusado de matar esposa em Dom Pedro deve ir a júri popular
Publicado em 10/06/2022 às 05:33
Por: Isisnaldo Lopes

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público e transformou em réu o empresário Rony Veras Nogueira, de 41 anos, acusado de matar a esposa, Ianca Vale do Amaral, de 26 anos, em Dom Pedro, cidade localizada a 324 km de São Luís. Com a decisão, o empresário deve ir a júri popular.

Rony Veras foi preso no dia 2 de maio na zona rural do município de Vargem Grande, a 172 km da capital. De acordo com a polícia, o suspeito estava em um veículo com a sua irmã e um advogado quando foi localizado e detido pela Polícia Civil.

O crime

O crime aconteceu no dia 30 de abril e foi motivado por ciúmes. O casal discutiu em casa e em seguida, a vítima foi alvejada com tiros na perna, na cabeça, tórax e no braço. Ianca Vale não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Após o crime, Rony Veras se escondeu em um dos cômodos da casa até a chegada da Polícia Militar. O empresário conseguiu fugir pelos fundos da residência. Ianca Vale e Rony Veras haviam se casado em 2021. O suspeito é proprietário de um posto de combustível e uma churrascaria na cidade de Dom Pedro.

 

 

G1/MA

Veja mais sobre: Polícia, Maranhão,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.