POLÍCIA CIVIL DE IMPERATRIZ FAZ COLETIVA DE IMPRENSA SOBRE O CASO DE PATRÍCIA ALMEIDA
Publicado em 17/11/2023 às 05:29
Por: Isisnaldo Lopes

A Polícia Civil de Imperatriz realizou na manhã de ontem (16/11) uma coletiva de imprensa para esclarecer novas atualizações sobre o caso de feminicídio de Patrícia Almeida Silva. O delegado responsável pelo caso afirma que as buscas por Daniel Costa, o principal suspeito, continuam nos Estados do Maranhão e Pará.

Ainda na coletiva, foi informado que uma equipe de oito policiais saiu de Imperatriz para as cidades do Pará onde o suspeito foi visto. Daniel já estava sendo procurado por uma denúncia da Delegacia de Mulher de Imperatriz, e agora está foragido sendo suspeito dos crimes de feminicídio e ocultação do corpo.

Ainda hoje (16) pela manhã, a Polícia Militar do Pará está realizando várias barreiras em diversas estradas do estado, na procura por Daniel Costa, apontado como autor do feminicídio contra Patrícia Almeida, em Imperatriz. Ele ainda não foi preso e a polícia continua as buscas para localizá-lo.

Há um cartaz de procurado continua sendo divulgado nas redes sociais com uma recompensa de R$11 mil, para quem tiver informações verídicas sobre o paradeiro de Daniel, que podem ser repassadas para número (99) 9 8493-0544. As buscas para capturá-lo estão sendo realizadas com a ajuda de autoridades policiais dos estados do Tocantins e Pará.

SOBRE O CASO

A vítima ficou desaparecida por oito dias e o seu corpo foi encontrado no último domingo (12), em uma área de mato próximo ao povoado Bananal. O local é de difícil acesso e por isso, a polícia acredita que o suspeito não agiu sozinho. Foi confirmado pelo IML que a Patrícia foi morta com um tiro na cabeça, atrás da orelha e atravessou o crânio da vítima.

Patrícia Almeida tinha 34 anos e estava desaparecida desde o último 4 de novembro. Câmeras de segurança registraram o momento em que Daniel aborda Patrícia em uma rua, no dia em que ela desapareceu. Ele já havia sequestrado a ex-mulher, além de ter cometido crime de abuso contra ela.

O sepultamento ocorreu na manhã de terça-feira (14), por volta das 8h. O cortejo fúnebre passou por várias ruas da cidade, incluindo a Delegacia de Polícia Civil de Imperatriz, onde os familiares e amigos prestaram as últimas homenagens pedindo por justiça. O enterro ocorreu no Cemitério Parque dos Anjos, na Vila Cafeteira.

 

 

 

 

Imperatriz online

Veja mais sobre: Polícia, Imperatriz, Maranhão,
Copyright © 2018 - 2023 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.