JOVEM MORRE APÓS LEVAR CHOQUE EM MICROFONE DE IGREJA NA ZONA RURAL DE SENADOR LA ROCQUE
Publicado em 19/02/2024 às 05:30
Por: Isisnaldo Lopes

Uma jovem, identificada como Rubiane, de 16 anos, morreu vítima de um choque elétrico durante um culto em uma igreja, no povoado Cumarú, em Senador La Rocque, distante 25,9 km de Imperatriz, na noite do último sábado (17).

Segundo testemunhas, o choque foi em um microfone. Rubiane chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

O caso gerou grande comoção no município e cidades próximas. Investigações serão realizadas para descobrir como ocorreu o vazamento de corrente elétrica.

OUTROS CASOS

Em janeiro deste ano, um homem identificado como Claudenor da Rocha Gomes morreu após sofrer um choque elétrico, no povoado Palmeira, na zona rural do município de Bacabal, no Maranhão. De acordo com informações, após fortes chuvas na região, a vítima estava fazendo um canal para escoar a água dos dois açudes de sua propriedade, quando passou por baixo de uma cerca de arame farpado, onde havia caído um fio de alta tensão, que ele não percebeu, momento em que sofreu a descarga elétrica ao entrar em contato com a cerca energizada.

No momento do acidente fatal, a vítima estava acompanhada da filha de 5 anos, que ainda tentou se aproximar, mas devido aos gritos do pai, ela parou. Uma equipe médica foi chamada para o local, mas a vítima já estava em óbito. O fio elétrico acabou caindo durante as fortes chuvas que caíram na cidade de Bacabal.

Ainda em janeiro, outro homem, identificado como Lucivaldo Alves, de 51 anos, morreu após receber uma descarga elétrica de uma bomba de água, enquanto estava tomando banho no Rio Tocantins, em uma chácara próxima a Porto Franco. A energia foi desligada e, logo após, os bombeiros fizeram o resgate do corpo.

Em 2022 foram registrados 853 acidentes graves por choque elétrico, no Brasil. Desse total, 66% dos casos ocorreram em áreas externas, como fios e postes.

 

 

 

 

 

Imperatriz online

Veja mais sobre: Região, Jornais,
Copyright © 2018 - 2024 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.