Palmeiras sai da Vila com a esperança de ser campeão
Publicado em 26/11/2015 às 08:56
Por: Isisnaldo Lopes

O Santos saiu na frente na decisão da Copa do Brasil 2015 ao bater o Palmeiras por 1 a 0, na Vila Belmiro, na noite ontem quarta-feira (25). Com uma disputa nervosa e catimbada, com direito a substituição do árbitro Luiz Flávio de Oliveira por Marcelo Aparecido de Souza, o Peixe chegou ao gol com Gabriel. No entanto, para o comentarista Lédio Carmona, o Verdão saiu de campo com a esperança de título apesar da derrota (assista ao vídeo).

- O resultado ficou de bom tamanho para o Palmeiras. Pelas circunstâncias do jogo, pelo gol perdido do Nilson, pelo volume de jogo do Santos, um time mais técnico, mais habilidoso, mais agressivo, o que é uma característica das duas equipes. O Palmeiras leva a decisão para o segundo jogo com possibilidade de revertê-la, sai da Vila Belmiro com a esperança de ser campeão da Copa do Brasil. O resultado deixa o Alviverde muito vivo nessa briga contra o Santos - disse Lédio.

Não faltaram chances para o Santos construir uma vitória com maior vantagem no placar. Além dos gols perdidos, o próprio Gabigol desperdiçou uma cobrança de pênalti aos 5 do primeiro tempo, batendo à esquerda do goleiro Fernando Prass e acertando a trave. Juliano Belletti reconheceu que o Peixe jogou ofensivamente, com velocidade, mas reiterou que jogadores e torcida não encararam a vitória com tanta alegria.

- A torcida e os jogadores não encararam a vitória com muita alegria em função dos gols perdidos e do pênalti. Deu a possibilidade maior do Palmeiras reverter, que defensivamente respeitou bem o Santos, tentou ser inteligente na medida do possível ao saber que não tinha o poder ofensivo, segurou o máximo possível, aguentou a pressão e tentou em outra bola chegar até o gol. E o Santos com as características de sempre jogando na Vila Belmiro, bastante ofensivo com muita velocidade, mas conseguiu fazer só um gol - afirmou Belletti.
Lédio elogiou o Palmeiras, afirmando que a equipe comandada pelo técnico Marcelo Oliveira fez "um jogo correto".

- Pelas dificuldades de enfrentar o Santos na Vila Belmiro sem poder contar com o Gabriel Jesus praticamente inteiro, o Palmeiras fez um jogo correto. Conseguiu segurar bem o Santos, pressionar em alguns momentos. Mas o Santos teve o talento, teve o controle do jogo, teve a velocidade. E é muito difícil segurar o Santos, tão talentoso que pressiona o jogo inteiro - comentou Lédio.

A vitória na Vila deixa o Santos a um empate da taça da Copa do Brasil. O Palmeiras terá que vencer por dois gols de diferença para ficar com o título. Se ganhar por vantagem de um gol, leva a definição para os pênaltis. Na final, o gol marcado como visitante não é critério de desempate.

 

Com informações do G1

Veja mais sobre: Esporte,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.