Dois assassinatos em Buriticupu, um crime de homofobia, outro gerou muita polêmica após a morte. veja.
Publicado em 24/08/2018 às 06:21
Por: Isisnaldo Lopes

Na última quarta-feira por volta das 15:30h, no posto de transporte alternativo (ponto de vans), na Avenida Davi Alves Silva, em Buriticupu- MA, um homem identificado como Daniel, foi assassinado por dois homens que se aproximaram em uma motocicleta e o garupa efetuou vários disparos de arma de fogo contra Daniel, levando o mesmo a óbito no local.
Ai então o mais inusitado aconteceu a funerária Açaí Pax realizou o resgate do corpo pois a empresa é licitada pela prefeitura para fornecer urnas funerárias a população buriticupuense. Mas um dos funcionários da referida funerária se recusou em prestar serviço "por conta" da prefeitura e passou a oferecer a urna por um mil reais à família do falecido. Por se tratar de pessoas humildes e sem condições para adquirir tal quantia rapidamente, o funcionário da empresa de serviços fúnebres resolveu deixar o corpo na casa de um irmão do falecido jogado na sala em cima apenas de um lençol. como mostra a foto a cima.
O caso gerou muita revolta em amigos e familiares do falecido que chamaram a polícia para informar o caso. Segundo informações colhidas por nossa redação o delegado da cidade convocou o funcionário para prestar esclarecimentos na delegacia, mas o mesmo não compareceu.
Outro caso
Na madrugada desta quinta-feira às 02h20min, na Vila Primo um homem identificado por Ireno do Santos, conhecido como "Sheila" teve a cabeça esmagada por alguém ainda não identificado usando como arma uma pedra. Ireno era homossexual.
O que se fala na cidade é que a motivação para o crime seria homofobia (preconceito devido ele ser homossexual).

 

 

 

 

Franciscco Vale

 

Veja mais sobre: Região, Polícia,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.