No combate à violência obstétrica, hospitais têm adotado a humanização
Publicado em 09/01/2019 às 07:39
Por: Isisnaldo Lopes

Embora nem todas as mulheres estejam familiarizadas com o assunto, muitas já foram vítimas da violência obstétrica, um tipo de agressão que pode ser física ou verbal, tanto durante o parto quanto no pré-natal. Humilhação, agressões verbais, recusa de atendimento, privação de acompanhante. Estes são alguns dos itens dessa longa lista de agressão. Até alguns anos atrás o tratamento ríspido com gestantes era tolerado pela sociedade. A situação está começando a mudar e hoje já se pode ver em hospitais públicos uma conduta diferente, qualquer mãe pode e deve exigir um parto humanizado. Em um hospital de São Luís, a humanização é regra e os cuidados não são apenas físicos, mas também emocionais.

 

 

 

 

MA10

Veja mais sobre: Vídeos, Maranhão, Saúde,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.