PREFEITO JUSCELINO OLIVEIRA SE REÚNE COM GRUPO EDUCACIONAL QUE IMPLANTARÁ O CURSO DE MEDICINA EM AÇAILÂNDIA
Publicado em 09/02/2019 às 21:06
Por: Isisnaldo Lopes

O Ministério da Educação (MEC) selecionou 04 cidades no Maranhão para implantação de curso de graduação em medicina, entre eles Açailândia. Em seguida divulgou lista com as instituições de Educação Superior que receberam autorização para abrir novos cursos de medicina. De acordo com as avaliações do MEC, o grupo habilitado para implantar o curso superior no município de Açailândia é o Adtalen Global Education, grupo norte-americano.

E na tarde da última quinta-feira,07, em uma reunião realizada no gabinete do prefeito Juscelino Oliveira (PCdoB), representantes do Grupo Adtalen, Carlos Filgueiras, (Presidente),  Geraldo Magela (Vice-Presidente), Maurício Garcia (Vice-Presidente Acadêmico), o gestor municipal e os secretários de governo conversaram e ultimaram detalhes e firmamento de parceria entre o grupo Adtalem e a prefeitura de Açailândia para a implantação do Curso de Medicina na cidade, com previsão de realização do vestibular em outubro de 2019 e início das aulas nos primeiros meses de 2020.

Em entrevista, o prefeito Juscelino Oliveira, disse que a prefeitura não mediu esforços para trazer o curso. "Estamos muito felizes! Foi uma luta muito grande, não só da prefeitura como da própria FACIMP e agora estamos orgulhosos com esta grande conquistam que não é só para nossa cidade como também para os municípios vizinhos. É um ganho imensurável para toda a nossa região. Esse investimento vai movimentar outras atividades, bem como fomentar a economia. Por outro lado, o que nos deixa muito mais felizes com a chegada do curso de medicina em nossa cidade, é que assim então, nossos estudantes possam se formar em medicina na nossa cidade e permanecer aqui mesmo exercendo o ofício de médico", afirmou Juscelino Oliveira.

De acordo com Carlos Filgueiras, presidente do Grupo Adtalem, “a Faculdade de medicina está confirmada para ser implantada no município de Açailândia. Basta agora, cumprir alguns pré-requisitos do Ministério da Educação, e temos de seis a 12 meses para implantarmos a faculdade, por isso estamos correndo para concretizar este projeto. A faculdade de medicina traz uma gama inteira na área da saúde. A gente começa com o curso de medicina e depois migramos para outros cursos como: enfermagem, nutrição, psicologia, fisioterapia, residência médica, além de uma série de empregos, como também grande quantidade de colaboradores, policlínicas e outras especialidades. É um projeto que vai trazer muitos benefícios para a cidade, como um todo”, pontuou Filgueiras.

Já segundo Maurício Garcia, que é o presidente Acadêmico do grupo, disse que é uma honra muito grande poder está participando deste momento especial para o município. “Esta faculdade vai mudar totalmente a rotina do município, é um legado muito positivo para a cidade e região, a começar pela fomentação da economia com a geração de 400 empregos diretos e 1.500 indiretos, além da do fortalecimento do aluguel de imóveis, moradia estudantil, entre outras. A implantação da faculdade não seria possível se não acontecesse esta parceria com a prefeitura. Estar de parabéns o prefeito Juscelino e sua equipe de governo que não mediram esforços para a concretização deste projeto, principalmente a Secretaria de Saúde”, finalizou Maurício.  

Relembre o processo de Seleção

Em fevereiro de 2018, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) esteve durante três dias na cidade de Açailândia para a segunda etapa do processo para implantação do curso particular de medicina no município, quando a época, a cidade havia passado em um edital promovido pelo MEC.

Naquela ocasião, o médico Dr. Adhemar Dias Figuerêdo, representante da CAMEM – Comissão de Avaliação e Monitoramento de Escolas Médicas, avaliou a cidade positivada na segunda fase e partindo-se para a terceira que seria a avaliação das possíveis universidade particulares que se interessassem em trazer o curso para o município, bem como conhecer as estruturas da cidade para que possa haver a instalação curso no município.

O Ministério da Educação selecionou, em março de 2018, 28 municípios do país para implantação de curso de graduação em medicina. No estado do Maranhão, foram selecionados os municípios de Codó, Santa Inês, Bacabal e Açailândia. Prefeitos e representantes das secretarias de saúde dessas cidades estiveram em Brasília e assinaram o termo de compromisso para a implantação dos cursos.

Segundo o secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) do MEC, Henrique Sartori, para autorizar a abertura de vagas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país, foi feito um levantamento a m de identificar quais municípios estavam em condições de receber os novos cursos de medicina. A medida reforça a política do MEC de interiorização da educação superior.

“Os municípios selecionados passaram por uma seleção criteriosa em relação à sua capacidade de saúde”, disse Sartori. “[Foram avaliados] os equipamentos de saúde que existem no município, tudo aquilo que indica a Lei nº 12.871, que é a Lei dos Mais Médicos, em relação ao quantitativo de leitos no município, ao hospital com potencial para se tornar um hospital de ensino, equipe de atenção básica e um campo de prática que garanta aos alunos uma boa educação e uma educação de qualidade”.

Para fortalecer ainda mais o compromisso regional na implantação do curso de medicina na cidade de Açailândia, foi realizada também, uma reunião entre os avaliadores do MEC e a comissão gestora da regional composta por representantes dos municípios de Açailândia (SEDE). Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Cidelândia, São Francisco do Brejão, São Pedro da Água Branca, Vila Nova dos Martírios e Itinga do Maranhão. Fato ocorrido ano passado, em fevereiro de 2018.

No mesmo período, os avaliadores visitaram hospitais, unidades de saúde, maternidade e demais órgãos ligados à saúde, não só em Açailândia, mas em grande parte da regional.

Quem é Grupo Adtalem Educacional do Brasil

Atuando proativamente na oferta de uma educação de qualidade e compromissada com a entrega de uma formação de excelência, a Adtalem Educacional do Brasil chega, em 2009, ao País. O Grupo une o talento local do brasileiro aos mais de 85 anos de tradição da Adtalem Global Education, alinhando a missão de transformar realidades por meio da educação junto às melhores práticas de ensino global. Atualmente, a Adtalem Educacional do Brasil conta com 18 instituições de ensino superior distribuídas pelo território nacional. Sendo, ao todo, mais de 20 campi em todo o País, ofertando cursos de graduação e pós-graduação a mais de 110 mil alunos.

Damásio

Com mais de 40 anos de atuação, o Damásio Educacional possui atualmente mais de 50 mil alunos em cursos de graduação, pós--graduação, preparatórios para o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e para as carreiras públicas. Reconhecida nacionalmente por sua excelente reputação acadêmica, é uma das instituições mais conceituadas quando se fala em Direito e preparação para carreiras públicas.

Ibmec

Reconhecido como um dos mais importantes e qualificados centros brasileiros de estudos, o Ibmec forma protagonistas para o mundo, capazes de impactar, positivamente, uma sociedade cada vez mais global. Com unidades próprias no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e São Paulo, a instituição está preparada para proporcionar aos seus alunos um ambiente de colaboração, integração, experiência internacional e ensino de qualidade voltado à prática.

Wyden Educacional

Com o objetivo de empoderar seus alunos e auxiliá-los a atingir seus objetivos profissionais, a Wyden Educacional trabalha em cima de quatro grandes pilares: qualidade acadêmica, experienciais internacionais, infraestrutura e suporte acadêmico e profissional. O grupo é composto, atualmente, por 12 instituições pelo país, sendo elas: ÁREA1 (BA), Faci (PA), Facid (PI), Facimp (MA), FBV (PB), Faculdade ISL (MA), Martha Falcão (AM), Ruy Barbosa (BA), UniFanor (CE), UniFavip (PE), UniFBV (PE) e UniMetrocamp (SP).

 

 

Informações: http://adtalembrasil.com.br/

ASCOM-PMA - Por Antonio Maria        

Veja mais sobre: Açailândia, Saúde, Novidades,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.