TSE declara que suplente de Gastão Vieira é ficha suja
Publicado em 12/09/2014 às 07:44
Por: Isisnaldo Lopes

O pleno do Tribunal Superior Eleitoral decidiu, nesta quinta-feira (11), pelo indeferimento da candidatura de Raimundo Monteiro (PT) para a suplência do candidato a senador apoiado pelo grupo Sarney, Gastão Vieira (PMDB).

Com a decisão, a coligação “Pra Frente, Maranhão” terá até o próximo dia 15 para registrar um novo suplente.

Entre os cogitados para a vaga estão o secretário geral do PMDB, Remi Ribeiro, que ocupa atualmente a segunda suplência da chapa, os petistas José Antônio Heluy e Honorato Fernandes (vereador de São Luís) e Washington Rio Branco (dirigente do PV).

A corte eleitoral levou em conta o parecer do Ministério Público Federal, que pedia a impugnação da candidatura de Monteiro baseado na Lei da Ficha Limpa.

“Caiu toda a chapa. É possível substituir…  Mas o candidato tem direito a recorrer ainda. Por força da Constituição, as chapas majoritárias são unas e indivisíveis. Quando se indefere um membro, cai a chapa inteira”, explicou o advogado Rodrigo Lago.

Presidente estadual do PT e um dos maiores entusiastas da aliança do partido com o grupo Sarney, Raimundo Monteiro fora condenado pelo Tribunal de Contas de União (TCU) em razão de diversas irregularidades durante a sua gestão à frente da superintendência do Incra no estado.

O mais desrespeitoso com Monteiro é que nem advogado mandaram para fazer sua defesa, mostrando que o grupo Sarney queria apenas o tempo de partido do PT. (Com informações do blog Marrapá)

Com informações e texto J.Pequeno Coluna do  johncutrim

Veja mais sobre: Jornais,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.