Maranhão registra 125 mortes por Covid-19 e tem mais de 2,4 mil infectados
Publicado em 27/04/2020 às 06:19
Por: Isisnaldo Lopes

Subiu para 125 o número de mortes por Covid-19 e para 2.410 o de pacientes infectados pelo novo coronavírus no Maranhão. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e foram divulgados na noite do último domingo domingo (26).

Em 24 horas, foram registrados 13 novos óbitos distribuídos nas cidades de São Luís, Cachoeira Grande e Paço do Lumiar, sendo seis mulheres e sete homens. A SES também contabilizou nas últimas horas, 187 novos casos de infecção pelo coronavírus.

Segundo a secretaria, os casos estão em 59 municípios maranhenses. Dos pacientes infectados, 1.356 estão em isolamento domiciliar, 298 estão internados em enfermarias e 168 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em hospitais particulares e públicos do Maranhão.

O boletim epidemiológico apontou que subiu para 463 o número de pessoas recuperadas pela Covid-19 no estado. Também aumentou para 297 o número de profissionais da saúde infectados pelo coronavírus, deste número, 206 já estão recuperados e sete morreram.

Até o momento, já foram realizados 6.365 testes para Covid-19 no Maranhão. A SES afirma que 4.989 casos seguem sob suspeita e 3.959 foram descartados.

Mortes por Covid-19 no Maranhão
Nas últimas 24 horas, foram contabilizadas 13 mortes por Covid-19 no Maranhão. Desse número, um foi registrados em Paço do Lumiar, outro em Cachoeira Grande e 11 em São Luís. Veja abaixo os detalhes:

Homem de 73 anos, de Cachoeira Grande, com hipertensão e diabetes;
Mulher de 77 anos, de Paço do Lumiar, com problemas cardiológicos e diabetes;
Homem de 55 anos, de São Luís, com problemas de hipertensão e diabetes;
Homem de 51 anos, de São Luís, sem comorbidades;
Homem de 52 anos, de São Luís, com obesidade e tabagista;
Homem de 69 anos, de São Luís, sem comorbidades;
Homem de 51 anos, de São Luís, com doenças urológicas e do sistema digestivo;
Homem de 68 anos, de São Luís, com problemas hipertensão arterial e diabetes;
Mulher de 89 anos, de São Luís, com hipertensão;
Mulher de 38 anos, de São Luís, com obesidade;
Mulher de 51 anos, de São Luís, com diabetes e hipertensão;
Mulher de 37 anos, de São Luís, sem comorbidades;
Mulher de 38 anos, de São Luís, sem comorbidades.

Casos em 59 cidades
O novo coronavírus atinge 59 cidades em todo o Maranhão. Veja a lista das cidades abaixo:

Açailândia - 12 casos
Alcântara - 1 caso
Altamira do Maranhão - 1 caso
Alto Alegre do Pindaré - 1 caso
Anajatuba - 5 casos
Arari - 3 casos
Bacabal - 21 casos
Bacabeira - 7 casos
Balsas - 4 casos
Barreirinhas - 2 casos
Brejo - 1 caso
Buriticupu - 1 caso
Cachoeira Grande - 4 casos
Cajapió - 1 caso
Cantanhede - 1 caso
Caxias - 15 casos
Centro Novo do Maranhão - 1 caso
Chapadinha - 9 casos
Codó - 3 casos
Colinas - 4 casos
Cururupu - 1 caso
Davinópolis - 2 casos
Estreito - 1 caso
Governador Edison Lobão - 1 caso
Governador Nunes Freire - 1 caso
Imperatriz - 92 casos
Junco do Maranhão - 1 caso
Lago da Pedra - 2 casos
Mata Roma - 1 caso
Matinha - 4 casos
Milagres do Maranhão - 2 casos
Miranda do Norte - 4 casos
Mirinzal - 1 caso
Monção - 1 caso
Morros - 3 casos
Olho d’Água das Cunhãs - 1 caso
Paço do Lumiar - 74 casos
Pedreiras - 2 casos
Presidente Dutra - 1 caso
Presidente Juscelino - 4 casos
Raposa - 11 casos
Rosário - 10 casos
Santa Inês - 3 casos
Santa Rita - 14 casos
São Benedito do Rio Preto - 1 caso
São João Batista - 1 caso
São Francisco do Brejão - 1 caso
São João dos Patos - 1 caso
São José de Ribamar - 137 casos
São Luís - 1894 casos
Timon - 16 casos
Trizidela do Vale - 2 casos
Tuntum - 2 casos
Urbano Santos - 3 casos
Vargem Grande - 3 casos
Viana - 2 casos
Vitória do Mearim - 6 casos
Vitorino Freire - 1 caso
Zé Doca - 6 casos

Ficar em casa
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

 

 

 

g1/ma

Veja mais sobre: Saúde, Maranhão,
Copyright © 2018 - 2019 | Portal iNotícia MA. Todos os direitos reservados.